A Debora me procurou pra fotografar ela e o Wesley com pouco menos de uma semana do casamento deles. Chovia sem parar em Anápolis e parecia que nunca mais ia parar. Mas tudo bem, até porque eu amo fotografar em dias nublados. O complicado mesmo era proteger o equipamento da chuva.

Conseguimos marcar uma data e eu disse que mesmo se chovesse, não tinha problema, esperaríamos a chuva passar. Saí de casa no meio de um temporal. Fui até o local de encontro rezando pra chuva parar ou que ao menos no lugar das fotos não estivesse do mesmo jeito. Mas estava, e foi piorando com o passar do tempo. Pedi pra eles serem pacientes que na oportunidade certa, faríamos o ensaio. Mesmo que levasse a tarde toda.
No momento em que começou a diminuir os pingos de chuva, nos enfiamos na plantação de eucalipto e começamos a fazer as fotos. Não deu nem pra conversar direito. O vento atrapalhava a comunicação, e o medo de começar a chover de novo foi maior que a minha vontade de ficar papeando.
Depois de um tempo, fomos pra essa plantação de soja. Ficamos molhados e com os pés atolados de lama. Mas valeu cada segundo.

Agradeço demais aos dois que confiaram em mim. Ainda estou encantada com o resultado das fotos